Qual a diferença das oficinas do Terapia da Palavra para outras oficinas disponíveis no mercado? Bom, não podemos falar sobre todas. Além do Terapia conhecemos umas duas ou três, apenas – e nenhuma é igual ao Terapia. São MUITO diferentes. Falemos de PROPOSTA: enquanto em muitas oficinas por aí você vai encontrar receitas de bolo, aqui a gente vai descobrir os ingredientes e brincar com a experimentação. Como assim? Bem, em vez de ensinar como estruturar um conto do início ao final, trabalhando sua estrutura, a gente se dedica primeiro a tirar as histórias de dentro de você. Quais histórias você tem pra contar?  (COMO contar o conto é um passo que vem DEPOIS).

A Terapia da Palavra é um curso de escrita autobiográfica? É e não é. Somos mais arqueólogos de histórias do que professores de escrita autobiográfica. Pense com a gente: você só pode criar histórias (mesmo as ficcionais) a partir do que você viu ou conheceu (ainda que vá ter que se dedicar à pesquisa enquanto escreve, e assim conhecer mais o assunto que aborda). Somos sempre autorreferentes em literatura. O segredo é disfarçar isso muito bem, especialmente quando queremos que o outro (no caso o leitor) se identifique com o mundo que estamos retratando.

Há algum pré-requisito para participar? Não exatamente. No entanto, alertamos: há uma enorme diferença entre aprender português e aprender a contar uma história. Você lê muito? Consegue explicar uma ideia de forma mais ou menos clara? Entende minimamente os conceitos básicos de redação, como introdução, desenvolvimento e conclusão mas quer ir além? Ah, que ótimo, então você é nosso público!

Eu quero uma fórmula para escrever um livro de sucesso, posso fazer o curso? Pode, mas não vai adiantar absolutamente nada. Sabe por quê? A HISTÓRIA TEM QUE SER MAIS IMPORTANTE QUE A IDEIA DO LIVRO. Acreditamos no livro mais como uma consequência de uma boa história (ou para um punhado delas) do que como um fim em si mesmo. Não ensinamos a escrever livros, ensinamos a escrever histórias. E, em alguns casos, ajudamos boas ideias a se tornarem livros.

Eu quero escrever histórias, mas não achei “A História”. Posso fazer o curso? Pode e deve! Nossa principal missão é encontrar em você as histórias que estão escondidas. Fazemos isso através de técnicas de escrita criativa que vão estimular sua memória, seus sentidos e sua criatividade – até que as histórias comecem a pedir pra sair em forma de textos!

Eu já tenho uma história pronta, mas ainda não estou satisfeito com ela e quero publica-la. O Terapia da Palavra é pra mim? Sim, é! Temos um módulo que é particular, específico para esse fim, o de finalizar um projeto preexistente. As oficinas regulares serão sempre uma boa alternativa para expandir os seus horizontes e criar mais. Quando o autor já tem a história, o que indicamos mesmo é o olhar exclusivo sobre o seu texto sem a interferência de gente demais. Chamamos essa modalidade de “Acompanhamento Literário”.

O Terapia da Palavra é uma terapia? Claro! Você já reparou que quando vamos ao psicanalista o que mais fazemos é contar os nossos problemas, as nossas histórias, os nossos causos? Pois é. Às vezes, o simples fato de escrever uma experiência, cuidando da escolha de cada palavra, torna o que vivemos mais compreensível ou mais palatável. Agora, uma advertência: o Terapia da Palavra resolve em alguns casos e SEMPRE ajuda, mas a gente sabe que tem horas que só um bom divã pra dar conta do recado. E quando achamos que é o caso a gente diz isso pra você, viu? Uma curiosidade: você já reparou o quanto tem de catarse (colocar os sentimentos para fora) espalhada por aí em forma de literatura? Clarice Lispector e Fernando Pessoa são só alguns exemplos, mas tem muitos mais…

O Terapia da Palavra estimula a produção de ficção ou só de histórias “reais”? A gente dá algumas “centelhas” de ideias de histórias pra você criar as suas. Sua produção pode se dar a partir de histórias vividas ou inventadas, serão sempre as SUAS histórias. Provocamos a memória e a imaginação, ficando por conta de cada um a direção escolhida, a ambientação de cada desafio. Então a resposta é SIM; a gente adora provocar a ficção também.

As aulas são individuais ou em grupo? A dinâmica das aulas online é individual, pois cada um irá acessar o desafio a seu tempo. O encontro com o grupo se dá depois do envio das primeiras tarefas de cada módulo. Quando publicamos as produções no nosso blog, o acesso fica restrito aos participantes de cada módulo. Isso no caso do Clube de Autores e das oficinas, já que o Acompanhamento Literário é SEMPRE individual. A vantagem dos grupos é poder contar com outros olhares críticos e amorosos sobre sua produção, além da interação e troca de experiências criativas. E, gente, trocar é bom demais!  Trocar com gente que tem os mesmos interesses que a gente é melhor ainda! Alguns ex-alunos viraram melhores amigos depois do curso. Ainda não casamos ninguém, mas já chegamos perto disso…

É necessário estar no Brasil e ser brasileiro para participar? Claro que não! A gente trabalha online, com gente de todo o planeta. O pré-requisito é escrever em português e estar ciente que seu fuso horário pode ser muito diferente. Então pode acontecer do participante só acessar os desafios horas depois de todo o mundo, especialmente em países do outro lado da terra. Já tivemos alunos dos EUA, do Canadá, da Holanda, da França e da Argentina – só pra citar alguns brasileiros que foram ganhar o mundo mas querem contar suas histórias na sua língua mãe, o português. Se você não é brasileiro mas domina bem o idioma e quer contar histórias é bem-vindo também!

Qual é a diferença entre o Clube de Autores e as Oficinas de Escrita Criativa? A duração e o foco. Enquanto uma Oficina dura entre 4 e 6 aulas, conforme o módulo, e pode abordar aspectos específicos (introdução à escrita criativa, cartas, romance, contos eróticos etc.),  o  Clube de Autores é planejado para durar UM ANO INTEIRO e é sempre formado por desafios em gêneros variados. Funciona mais ou menos assim: se você tem um objetivo específico, precisa de um estímulo pra começar ou só refrescar as ideias, indicamos uma de nossas oficinas. Se o seu objetivo é adquirir o hábito da escrita, fazer da prática uma rotina e percorrer um caminho mais longo, venha para o nosso Clube!

Quanto custa uma oficina do Terapia da Palavra? Como é feito o pagamento? A média de preços das oficinas é R$ 380, assim como o valor mensal para o Acompanhamento Literário. A mensalidade do Clube de Autores fica em torno de R$ 200, por mês. Atualmente o pagamento é realizado através de transferência ou depósito bancário. Aceitamos também Paypal e cartão de crédito, através da plataforma Sympla (nesse caso, a plataforma cobra uma taxa de utilização). Ex-alunos sempre tem colher de chá (desconto!) e, como gostamos de ajudar quem nos ajuda, quem indica mais gente para participar, tem desconto também. Caso você forme um grupo de 5 pessoas, sua participação é presente nosso. ;)

Há previsão para grupos presenciais? No momento não. Temos uma parceria com o restaurante Bazzar da Travessa de Ipanema (Rio de Janeiro), que é onde costumamos realizar nossos encontros. Se você tem interesse na Oficina presencial, envie um e-mail pra gente com o texto ‘OFICINA PRESENCIAL’ no assunto do seu e-mail, assim quando chegarmos a um número de interessados suficiente (em geral 6), entraremos em contato! Nosso e-mail é contato@terapiadapalavra.com.br.

Como faço minha inscrição? Antes de começar cada oficina, anunciamos aqui na página e colocamos um link direto para as inscrições. Caso não tenhamos turmas ou vagas no momento, sempre recomendamos que escreva pra gente (contato@terapiadapalavra.com.br) e que se inscreva na nossa Newsletter (há um link no final da página). Assim você sempre ficará sabendo quando uma turma irá começar e poderá garantir sua vaga! O Clube de Autores é realizado em caráter permanente e as pré-inscrições estão disponíveis aqui!